E o que eu não sentirei falta do Brasil?

Ja fiz o post do que mais vou sentir saudades aqui no Brasil e como a ansiedade não me deixa fazer mais nada a não ser pensar no Canadá, agora vou escrever sobre algumas coisas que não sentirei falta.
• Falta de educação no trânsito e trânsito intenso: No local onde vou morar eu já li várias coisas a respeito, então estou indo com grandes expectativas. Espero não me decepcionar, mas acredito que não vai ser pior que no lugares pelos quais eu passei.
• Violência: Aqui em Sorocaba, onde moro atualmente, acho minha vida bem mais tranquila e sinto bem menos medo de sair de casa e tirar o celular da bolsa, por exemplo, do que eu sentia quando morava em fortaleza. Infelizmente FortalCity está uma zona de guerra e sinto bastante medo até pela minha família, que ainda vai continuar morando lá por algum tempo.
• Preço abusivos: Muita coisa aqui no Brasil possiu preços absurdos por contas de impostos e mais impostos.
• Ser enganada: Não conto as vezes que fui enganada por alguém aqui no Brasil pelos mais diversos motivos.
• Transporte público: Eu tenho uma relação de ódio e ódio com o transporte público principalmente de Fortaleza. Lá era muito selva subir em um ônibus. Ja fui pisoteada, roubada, empurrada… fora ter que esperar horas por um ônibus e quando o mesmo passa ou o motorista não para por conta do atraso ou você encarna no mutante com super poderes para conseguir subir no ônibus e resistir todo o que vai acontecer até o fim do seu percurso.

Acho que a lista não está completa…provavelmente depois irei lembrar de outros pontos, mas não vou voltar para fazer o update, porem os gerais são esses mesmo. Gerais e que acredito que sejam os “clichês” dos imigrantes.

Status de hoje: ainda na agonia sem fim pela espera do visto.

Anúncios

7 comentários sobre “E o que eu não sentirei falta do Brasil?

  1. Eu não vou sentir falta dos negodramas, do gelo na espinha ao escutar som de bicicleta se aproximando, combustivel caro, roupa com cheiro de poluição, rally na cidade (leia-se buracos e mais buracos em todas as ruas), transporte publico caro e ruim e outras coisas…

    Curtir

  2. O pior momento que passei como dependente do transporte público de Fortaleza foi quando, depois de várias tentativas fail de embarcar em uma 55, uma simpática (not) velhinha mandou suas comparsas me empurrarem pra eu não conseguir entrar. Detalhe: elas estavam voltando de uma missa na Igreja de Fátima no dia 13 de Maio.

    Curtir

  3. Realmente concordo contigo Quel…Fortaleza tá cada dia que passa uma verdadeira selva…Violência cada dia aumenta mais…não sei onde isso irá parar…Amiga espero que dê tudo certo aí no Canadá…e Terminal do Antônio Bezerra nunca mais né….kkkkkkkk…sortuda!!!!!

    Curtir

  4. Ser enganada…Isso que disse faz tanto sentido para mim… Realmente nenhuma saudade do país que engana e se engana o tempo todo!
    Bjocas
    Erika

    Curtir

    • Erika, fico até triste em falar…mas fui enganada tantas vezes que só a misericórdia, viu?
      Não me sinto confortável em ficar apontando os pontos negativos daqui…não sei porque…talvez pelo fato de eu ter certo peso na consciência em ir embora e ficar contando vantagem sendo que eu vou deixar muita gente que quero um bem enorme para trás…mas tem certas coisas do Brasil que não tem como apagar da memória…e como ainda estou aqui, essas coisas são bem reais para mim ainda.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s