Por onde andei?

Mesmo longe do blog a internet não me larga. Eu posso não estar postando com uma freqüência digna, mas todos os dias estou dando uma olhada breve ou aprofundada no instagram, youtube, facebook, pinterest, snapchat e em outros blogs. É um vício, uma coisa que não me larga e que eu gostaria, sinceramente, de não ser tão dependente.
De toda maneira, participar de uma coisinha aqui e outra ali, me deixa bem contente pois me faz relembrar a época em que eu tinha um bloquinho de mulherzinha lá pelo ano de 2008, o finado “Uma Aspone Qualquer”, que se alguém procurar não vai achar nada além de algumas referências, pois eu cancelei e apaguei o bixim sem do nem piedade.
Ultimamente o que tem me ligado mais e mais ao mundo do youtube é o fato de eu ter uma amiga que tem um canal muito fofo e cuidado com todo carinho, a Anndreza Verissimo. Vez ou outra eu estou ajudando ela a gravar vídeos, tirar fotos, indicando referências, conteúdos e tudo mais que eu puder ajudar.
Vou deixar linkado aqui alguns vídeos que fiz participações especiais, para quem desejar dar uma voz aos textos que já escrevi aqui.







Tô praticamente uma youtuber!!!

Como estou?

goodvibes

Eu sou beeem antiguinha no mundo dos blogs. Calculo que se eu tivesse continuado o primeiro blog que eu criei, eu já estaria com 10 anos de internet. Porem eu já disse inúmeras vezes aqui no blog que sou de fases. As vezes tenho vontade de escrever, as vezes tenho vontade de ler apenas o que os outros escrevem. Em resumo, eu sou aquela pessoa que gosta mais de escutar do que falar, na maioria dos casos.
Mesmo assim me pego pensando na minha vida aqui e no quanto eu gostaria de ter pessoas “desconhecidas” para dividir minhas experiências. Quando eu digo “dividir experiências” eu não quero dizer “vem cá que eu vou te trazer para morar no Canada”, pois é bem diferente. Quando eu cheguei aqui muita gente me procurou praticamente esperando que eu fizesse o processo de imigração por eles, e não posso mentir, isso me tirou um pouco o estimulo de escrever. Eu super ajudo, mas não posso fazer tudo. As vezes o sentimento que eu tinha é que eu queria mais do que a pessoa, sabe??
Mas nem era sobre isso que eu queria falar. Sim, eu tenho mania de misturar meus pensamentos e fazer uns parenteses nada a ver. Então, voltando… Estou morando em Montreal agora e aqui nos temos uma vida bem diferente do que tínhamos em Ville de Quebec. Primeiro que por ser uma cidade grande, as coisas realmente aceleram mais. Sobra menos tempo para fazer coisas, eu perco mais tempo de deslocamento, a propria rotina em relação a carga horaria de trabalho do Wesley é maior, como agora estou fazendo faculdade passo os dias fora retornando para casa apenas de noite, aqui temos poucos amigos então o lazer se perde mais entre um cochilinho na cama e outro cochilinho no sofá entre alguns episódios de serie no netflix, sabe? Mesmo a cidade oferecendo inúmeras, mas inúmeras opções de entretenimento, eu e o Wesley somos do tipo de pessoas que precisamos de um estimulo de fora para sair de casa. É bem difícil decidirmos sozinhos ir em um parque, ir em um restaurante… essas coisas. Dito isso eu afirmo que, mesmo morando aqui a 9 meses, o que eu conheço de Montreal é praticamente nada. Isso é um pecado, né?
De toda maneira eu posso me defender: cheguei aqui sem um ap definitivo pra morar, eu não estava definitivamente matriculada em uma faculdade então passei uns tempo em casa praticando o nadismo, depois veio inverno, mudança de apartamento, primeiro semestre sofrido na Udem e com isso passaram-se 9 meses. Na faculdade eu não consegui me enturmar com facilidade, mas culpo isso a uma característica minha também, pois eu sou meio tímida para fazer amigos… mesmo assim fiz alguns coleguinhas imigrantes, assim como eu. Nativos não fiz nenhum.
Depois de um primeiro semestre sofrido na faculdade, ontem apanhei com o francês, apanhei com o ritmo diferente, apanhei com a maneira diferente de fazer provas e com a rotina de aulas, sobrevivi e fui passar um mês de férias no Brasil. Voltei do Brasil e fiz mais umas mini viagens e agora estou a espera do novo semestre na faculdade, tentando aproveitar o fim do verão e tentando ficar aberta a todas as coisas que Montreal tem a me oferecer. Esse ano eu completo 30 anos e eu que sou uma pessoa que já pensa em demasia, estou pensando 3x mais… não paro de pensar um minuto querendo me descobrir, saber quem sou eu, como me tornar uma pessoa que eu mesma admire, como me dedicar a um hobby quando um dos meus “tormentos” é não ter hobby (o blog que o diga), como emagrecer depois de tantas tentativas frustradas, como planejar o futuro em relação a ter casa, não ter casa, ter filhos, não ter filhos, morar em Montreal, não morar em Montreal… Eu sou um poço de duvidas, enquanto o meu esposo esta mais para um poço de certezas. Eu queria muito ser como ele que tem vários interesses definidos. Eu não passo de teoria e indefinição. Que bom que tenho ele para ser minha balança ❤

Que me venha clareza de ideia com os 30 e nao apenas a crise dos 30, porque essa eu acho que ja vivo desde os 15…hihihihihihhihi. Tem umas coisas que eu planejo fazer post depois que é sobre a faculdade em si, sobre minhas primeiras férias no Brasil depois de praticamente 3 anos morando fora e também compartilhar algumas viagens que fiz por aqui pelo Canada e em Ny também. Mas são cenas para os próximos capítulos. Vamos ver…

Os números de 2015

Gente, 2015 era para eu ter postado horrores, mas nao rolou (hihihihihi). Mas ficaram aqui alguns registros de um excelente 2015. E que venha logo 2016.

Aqui está um resumo:

Um bonde de São Francisco leva 60 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 2.300 vezes em 2015. Se fosse um bonde, eram precisas 38 viagens para as transportar.

Clique aqui para ver o relatório completo

Duolingo português – francês

Eu vim fazer a esposa babona e divulgar que agora temos, finalmente, o Duolingo português/francês. Meu esposo Wesley ajudou, como tradutor, a montar o aplicativo e agora não precisamos mais saber traduzir do inglês para o português (mentalmente) e depois para o francês. Quem quiser usar o aplicativo é so clicar AQUI. 11070498_1016976175013218_7392929281479716441_n

Amor, parabéns por fazer parte desse projeto. Tenho muito orgulho de ti, que esta ajudando a mim e a varias outras pessoas também.

Ovo de Chocolate Laura Secord/Oeuf en chocolat Laura Secord

Semana passada foi o aniversario do meu esposo e um dos presentes que ele ganhou dos amigos queridos foi uma caixa de chocolates variados da Laura Secord e uma outra caixa com um ovo de chocolate da mesma marca. Imagina o meu sofrimento diante desse presente uma vez que eu estou tentando perder peso?! Eu AMO doces, amo!!! Sempre que saio para comer fora mal o prato principal chega e eu ja estou pensando na sobremesa.
Enfim, comi dos chocolates que eram pra ser do Wesley. Na verdade acho até que comi mais que ele… rsrsrsrs. Mas nem é isso que eu queria falar, eu queria mesmo mostrar um dos chocolates que ele ganhou e que eu achei muito “cute”.
Primeiro que o chocolate veio dentro de uma caixinha lindinha, com desenho de coelhinho e que vai servir para eu guardar coisas dentro, segundo porque o chocolate dessa marca é realmente muito gostoso e terceiro porque além de gostoso o recheio foi feito para parecer um ovo de verdade… achei muito bonitinho, afinal, a gente come primeiro com os olhos, né?La semaine passée c’était la fête à mon mari et un des cadeaux qu’il a gagné des nos amis est une boîte avec des plusieurs types de chocolats de Laura Secord et une autre boîte avec un oeuf en chocolat de la même marque. Comprenez-vous ma souffrance face à un tel cadeau, vu que j’essaye de perdre du pois?! J’aime les cochonneries, j’aime ça!!! Chaque fois que je vais manger dehors, le plat principal n’ayant même pas arrivé, je pense déjà au dessert.
En tout cas, j’ai mangé les chocolats qui étaient destinés à Wesley. Dans le fond, je pense que j’en ai mangé plus que lui…hahahaha. Mais ce n’est pas de ça que je veux parler. Je voudrais vous montrer un des chocolats qu’il a gagné et que j’ai trouvé très cute.
Premièrement le chocolat est venu dans une petite boîte trèès jolie, avec un dessin d’un petit lapin et que je vais utiliser pour garder des choses dedans. La deuxième chose c’est que les chocolats de cette marque-là sont vraiment délicieux et troisièmement, en plus de délicieux le bonbon était fourré de façon à ressembler à un vrai oeuf … j’ai trouvé ça très mignon, puisque nous mangeons d’abord avec les yeux, n’est-ce pas?

DSC_0069

Olha essa embalagem que coisa linda!!
Regarde cet emballage. Quel joli emballage!!

DSC_0072

Coelho não põe ovos, mas se colocasse bem que poderia ser de chocolate e grande assim…hihihihihi
Je sais que le lapin ne pond pas d’oeufs, mais s’il en pondait ce serait bien si les oeufs étaient en chocolat et gros comme ça.

DSC_0073

DSC_0074

Cortei o chocolate ao meio para vocês verem. Essa parte interna que imita ovo de verdade eu acho que era toda de marshmallow.
J’ai coupé le chocolat en deux pour vous le montrer. Cette partie à l’intérieur qui fait l’immitation d’ imite un vrai oeuf était du guimauve, je pense.

Mesmo os chocolates da Laura Secord serem uma delicia, confesso que sinto saudades do bom e velho Cacau Show. Quem vier me visitar primeiro, eu quero vários, viu?? Vou logo deixando claro!!!
Même si les chocolats de Laura Secord sont délicieux, j’avoue que le bon et vieux chocolat Cacau Show me manque beaucoup. La première personne qui vient me visiter, doit m’en apporter plusieurs, d’accord? Je laisse ça claire!!!

Vou tentar escrever meus textos em francês e em portugues para praticar. Eu quero escrever sempre em francês pois eu acho que isso vai me ajudar a aprender mais. Observação: eu estou aprendendo, então é verdade que cometerei muitos erros.

Je vais essayer d’écrire mes textes en français et en portugais pour les pratiquer. Je veux écrire toujours en français car je crois que ça va m’aider à apprendre plus. Note: J’apprends, donc c’est vrai que je ferai beaucoup d’erreurs.

Sentimentos aleatórios

Eis que 2014 passou e foi um ano tao intenso e tão bagunçado que em muitos momentos sinto que me perdi. Fiquei bestificada com tudo o que estava acontecendo que isso influenciou em outros campos da minha vida. Por exemplo, quando eu falo de mim, Raquel pessoa e não Raquel imigrante eu posso dizer com absoluta certeza que eu me esqueci, me deixei de lado, me deixei de fora da minha própria vida. Não fiz coisas por mim, não segui projetos, não me cuidei, não procurei aprender novas coisas e não fiz coisas que eu gostava e que não envolviam propriamente toda a frenesi do “primeiro ano de imigração” (tirando assistir séries, pois esse sempre foi o meu refugio para qualquer estado de humor, digamos assim).
Eis que o primeiro ano passou e mais do que nunca estou tentando achar um equilíbrio para mim. Quero voltar a escrever sempre no blog, quero sair mais pela cidade, quero fazer coisas que agreguem algo e não simplesmente ver a vida passando. Não estou planejando escrever um livro, não estou planejando virar artista plástica e nem nada fora das minhas limitações… simplesmente quero fazer coisas, preencher meu dia de momentos que me façam bem e que me ajudem a melhorar como pessoa.

Durante a passagem do ano o que eu mais pensava é: evite fazer metas para não gerar frustrações mais na frente. Pessimista que eu sou, sempre acho que não vou conseguir nada do que eu planejo. Mas todo dia mentalmente, mesmo sem querer, eu acabo traçando coisas que eu gostaria de fazer… e nossa, eu gostaria de fazer tantas coisas que nem ouso escrever. Sonho tanto… sonho acordada a ponto de me causar insônia. Antes de dormir a cabeça pira e eu crio todo um filme para a minha vida, com direito a personagens, figurinos e falas. Com direito a enredo, momentos tristes e felizes, crio cenas de superação e etc. Eu gosto da minha vida, amo onde estou, o que estou aprendendo, com quem estou dividindo meus momentos. Até os dramas eu sei valorizar pois me fazem aprender muuuita coisa, mas sonhar é algo que me define…rsrsrs. As vezes tenho raiva pois quero desesperadamente dormir e não consigo parar de pensar… Mas enfim, aprendi com a Xuxa que “Sonhos Sempre Vem Pra Quem Sonhar” rsrsrsrs.

Esses dias eu decidi sair da bolha das séries e voltar a explorar a blogosfera. Encontrei tanta coisa linda e que me deu um fôlego massa. Li blogs de meninas que eu acompanhava a 5, 6 anos atras e ver como estão as coisas para cada uma delas hoje em dia foi algo muito interessante. Quem é adepto a leitura de blogs pessoais sabe do que eu estou falando.
Conheci blogs novos também e me aprofundei em leituras de experiências pessoais, tentei interagir (coisa que não sei fazer com facilidade), me fiz de leitora ouvinte e fiquei feliz. É incrível como a felicidade realmente esta em pequenas coisas. As vezes você nem espera e simplesmente se vê feliz simplesmente em ler.

Falando em felicidade, hoje eu estava explorando o computador e me deparei com fotos do outono passado (estação mais linda da vida) e me senti super privilegiada por poder ver ao vivo e a cores cenários tão bonitos como esses.

DSC_0229
DSC_0079

DSC_0012

DSC_0013

DSC_0025

DSC_0030

DSC_0038

DSC_0040

DSC_0056

DSC_0069

DSC_0090

DSC_0144

Para quem gosta de video, eu tenho uma amiga que fez uma série linda no youtube acompanhando momentos das quatro estaçoes do ano aqui em Quebec. Hoje eu vou colocar aqui um video do outono, olha so:

E o post termina sem eu terminar minhas idéias. Sempre tenho essa sensação doida de que não escrevo nada com nada.

Minha folga/Mon congé

Ontem eu tive folga no trabalho e tirei o dia para descansar. De manha cedo fui para a academia, depois dei uma voltinha no shopping e fiquei namorando coisas que eu quero comprar. No caminho de volta para casa, mesmo fazendo muito frio, eu tentei tirar algumas fotos da paisagem com o celular.
E o inverno continua firme e forte provavelmente por mais uns dois meses. A paisagem com a neve é muito bonita, mas também adoro a paisagem da primavera, do verão e do outono.
Hier j’ai eu un congé au travail et j’en ai profité pour me reposer. Le matin je suis allée au gym et après ça je suis allée au centre d’achats et je me suis enchantée avec certaines choses que je veux acheter. Sur le chemin de retour chez moi, j’ai essayé de prendre quelques photos du paysage avec mon cell.
Et l’hiver reste encore fort probablement pour environ deux mois. Le paysage avec la neige est vraiment beau, mais j’aime aussi le paysage au printemps, en été et à l’automne.

IMG_0260
Quando faz muito frio o céu fica lindo. O azul fica uma coisa linda de se ver e o sol brilha bastante. Acho isso muito curioso.
Quand il fait frette, le ciel devient joli. Le bleu du ciel est beau à voir et le soleil brille beaucoup. Je trouve ça tellement curieux!

IMG_0263
Neve acumulada nas calçadas e árvores sem folhas.
De la neige accumulée sur les trottoirs et des arbres sans feuilles.

IMG_0264
No inverno do ano passado nevou bem mais. As vezes eu olho para a neve acumulada e penso que praticamente não nevou.
Pendant l’hiver de l’année passé il a beaucoup neigé. Des fois je regarde la neige sur le trottoir et je pense qu’il n’a presque pas neigé.

IMG_0265
Quando esquenta um pouquinho a neve derrete, porém logo volta a fazer frio e com isso se formam essas placas de gelo super perigosas.
Quand il fait un petit peu chaud, la neige fond. Pourtant, le froid revient tout de suite et après ça ces plaques de glace très dangereuses se forment.

IMG_0266
A caixinha do Post Canada com neve por todos os lados.
La boîte aux lettres de Postes Canada et de la neige partout.

IMG_0256
Não é neve, mas é meu pijama lindo de unicórnio e eu queria mostrar para vocês. Dormir no inverno é muito mais fofo *____*
Ça ce n’est pas de la neige, mais c’est mon beau pyjama de licorne et je voudrais vous le montrer. Dormir pendant l’hiver est beaucoup trop plus cute *____*

Vou tentar escrever meus textos em francês e em portugues para praticar. Eu quero escrever sempre em francês pois eu acho que isso vai me ajudar a aprender mais. Observação: eu estou aprendendo, então é verdade que cometerei muitos erros.

Je vais essayer d’écrire mes textes en français et en portugais pour les pratiquer. Je veux écrire toujours en français car je crois que ça va m’aider à apprendre plus. Note: J’apprends, donc c’est vrai que je ferai beaucoup d’erreurs.

Os números de 2014

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2014 deste blog.

Aqui está um resumo:

Um bonde de São Francisco leva 60 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 2.800 vezes em 2014. Se fosse um bonde, eram precisas 47 viagens para as transportar.

Clique aqui para ver o relatório completo

kbou férias!!!

Minhas férias acabaram ontem. Foram praticamente dois meses de francês off e foram definitivamente os dois meses mais intensos da minha vida. Nunca saí tanto, nunca me diverti tanto, nunca fiz tantas coisas em tão pouco tempo. Foi uma vida em dois meses.
Da mesma maneira que foi divertido eu passei por momentos stressantes, onde tive vontade de me afastar das pessoas e ficar quietinha na minha. Ser imigrante é meio confuso no início e apesar de já estarmos quase completando o nosso primeiro ano, eu ainda me pego em situações pessoais que me fazem refletir que esse tipo de coisa só acontece porque eu não estou no Brasil.

Espero que passada as férias eu volte a ter uma rotina, continue me divertindo, claro, mas que as coisas se acalmem e que essa euforia que o verão provoca nas pessoas também se acalme. Não sei se aguento mais dois meses de “vida loka” assim não… heheheeh. Mas antes que você pense que eu saí pra farrear todo dia, bebi horrores (eu nem bebo) e fui para a balada, deixa eu dizer o que foi “badalação e intensidade” no meu conceito:
♥ Ir ao Festival de Verão;
♥ Fazer passeio fotográficos com o Wesley;
♥ Assistir queima de fogos de artifício pela cidade;
♥ Pegar a balsa e atravessar o rio só para tomar sorvete;
♥ Participar de churrascos na casa de amigos;
♥ Ir para parques fazer pic-nics;
♥ Colher morangos;
♥ Receber os amigos em casa para jogar Dance Central no Xbox;
♥ Ir bater papo na casa dos amigos;
♥ Jogar futebol e frisbee;
♥ Assistir os jogos da copa do mundo com uma galera grande;
♥ Andar de patins;
♥ Passear pelo shopping;
♥ Fazer trilhas em montanhas…

… e muitas outras coisas simples, mas que me encheram de alegria em muitos momentos. Espero que nos próximos anos e nos próximos verões eu saiba aproveitar ainda mais toda a beleza e felicidade que o sol pode trazer depois de um inverno longo e rigoroso. Mas antes de mais nada que eu me encontre e que eu me acostume com esse status eterno de imigrante, que eu aprenda a viver e conviver em um novo país sem me stressar tanto com algumas coisas.

DSC_0021

DSC_0022

xbox1

DSC_0028

DSC_0029

DSC_0033

DSC_0039

DSC_0048

DSC_0066

DSC_0099

DSC_0144

DSC_0159

DSC_0160

DSC_0168

DSC_0262

Sabe as melhores fotos? Pois é, são as do Wes rsrsrrs.

Foram tantas coisas legais nessa cidade linda, que não tem foto no mundo capaz de mostrar.

Dicas: 5 lugares onde comprar roupa. As mina pira!!!

large-(1)
Meu pai tinha um pensamento bem peculiar em relação a roupas quando se tratava da filhas e da esposa: “Roupa é só para cobrir o corpo, nínguem precisa de tantas assim”. A prioridade dele sempre foi uma geladeira cheia e lazer no fim de semana e ele, nesse sentido, estava bem certo mesmo.
Mesmo assim eu sempre sonhei com aquele guarda-roupa giga, onde eu sofra para escolher com que roupa vou sair por conta de ter opção demais. Uma coisa bem consumista, confesso, mas sempre tive esse “sonho”.

Não sei se o fato disso ficar só no desejo fez com que eu nunca fosse muito vaidosa. Até os 17 anos eu me vestia basicamente de tênis, calça jeans e uma camisa com algum desnho de anime. Depois que comecei a namorar o Wesley é que eu passei a usar sainhas, blusinhas e etc, mesmo assim, nada comparado a muitas das meninas que conheço. Sempre tive pouca roupa, sempre tive pena de gastar com roupa no Brasil e mesmo depois que eu trabalhava e que já podia me enfeitar um pouco mais eu tinha pena de pagar 50,00 em uma roupa, mas não tinha pena de pagar em um jantar. #gordices
Depois que eu fui ganhando peso aí sim é que eu não queria saber disso porque comprar roupa era ficar deprimida duas vezes. Primeiro porque eu achava caro, segundo porque eu achava que nada me vestia bem. Na verdade era ficar deprimida 3 vezes, pois terceiro era ver minha parte no guada-roupas vazia de dar dó. Tenho certeza que tenho muitas amigas que em um ano compram mais vestimentas do que eu comprei a minha vida inteira.

Aperta o play para a trilha sonora triste do meu drama, stp!!!

Enfim, toda essa volta ao meu passado foi para falar sobre compras no Canadá.
Todos esses anos de “frustrações” no Brasil me fizeram uma pessoa bem controlada na arte de magazinagem. Mas como diz uma outra amiga minha, chamada Raquel também, existem algumas coisas aqui que são uma falta de vergonha de tão baratas. Ontem mesmo saí para acompanhar uma amiga e voltei para casa com uma alpargata que me custou a bagatela de 5 rainhas Elizabeths. Tem horas que é necessário deixar dinheiro e cartão de crédito em casa, pois as promoçoes são tão espetaculares que a pessoa acaba comprando, mesmo sem precisar. Será que aqui vou realizar meu sonho de infância de ter um guarda-roupa de princesa? haushaushaush

Agora que estamos prestes a mudar de estação as lojas entram em saldão e você encontra muita, muita, muita coisa barata. Muitas vezes não precisa nem garimpar.
Confesso que mesmo com todas essas tentações eu continuo uma consumidora consciente. Só gasto quando posso gastar.
Minha cômoda ainda está longe de estar cheia, e eu estou longe de ter looks variados, mas sinto que aqui o preço é mais justo para algumas coisas.

Agora para você que teve paciência de ler a história da minha vida, vou mostrar algumas lojas que sempre tem promoções super bacanas. Vale a pena dar uma passada por essas lojas:

mouse-1Ardene: A qualidade das roupas e sapatos não é igual a de uma Tommy da vida, mas lá dá para encontrar muita roupa para mulherada, sapatos e acessórios. As roupas fazem o estilo bem confortável e atual. Já vi lá a possibilidade de comprar 3 sapatilhas e pagar 15 dólares, 2 macacãozinho pagando 20 dólares, 3 camisetinhas por 15 dólares e por aí vai.

mouse-1Aeropostale: Supr caro no Brasil e super baratinho aqui. Quando tem uma blusa de 30 a 40 dolares eu já acho um absurdo. Já comprei camisetinha lá custando 3 doletas.

mouse-1Urban Planet: Essa loja é bem no estilo da Ardene tanto no quesito roupas, quanto no quesito preço.

mouse-1Target: Essa é uma loja super grande, que vende comida, artigos de decoração, cosméticos, eletrônicos e roupas. Em janeiro eu comprei varias blusinhas lindas por lá custando 5 dólares cada. Inclusive uma jaqueta de couro fake.

mouse-1Tommy Hilfiger: Sim, você leu corretamente. Aqui tem uma loja da Tommy que tem sempre uma seção com 70% de desconto… só nisso o preço já fica bom. Mas eis que você pode se inscrever em um site para receber cupons de desconto de 20%. Ou seja, 90% de desconto na compra, somando tudo. Eu já comprei lá calça jeans por 16 dólares, blusa por 8 doláres. Wesley já comprou camisa de botao para ir trabalhar por 9 dólares. Isso mesmo galera. No Brasil esse seria o tipo de loja que eu não teria coragem nem de entrar.

Eu ainda não conheço muitas lojas de roupa, então não tenho tantas indicações assim. Essas 5 lojas que eu falei aqui foram as que eu já comprei alguma coisa e fiquei super satisfeita com o preço amigo.

Se alguém tiver alguma dica para dar, escreve aí nos comentários. Espero que gostem desse post com diquinhas.
Beeijo!!!

Ah, desculpa pelo retorno ao passado… mas tinha que fazer essa introdução nada a ver.