Passeio ao Mont Tremblant / Promenade au Mont Tremblant

Eu sou uma pessoa muito pontual, porém aqui no blog estou deixando a desejar. Hoje eu gostaria de mostrar para vocês um passeio que eu fiz para o Mont Tremblant, no dia 26 de dezembro.
O Mont Tremblant é um lugarzinho charmoso, com vários restaurantes, lojas para turistas, estação de ski e snow e também tem um cassino. Esse lugar fica depois de Montreal e como eu moro em Québec, foram aproximadamente 4 horas e meia de carro para ir e o mesmo tempo para voltar.

Je suis une personne vraiment ponctuel, cependant ici au blog je laisse à désirer. Aujourd’hui j’aimerais vous montrer une promenade que j’ai faite au Mont Tremblant le 26 décembre.
Le Mont Tremblant est un petit lieu très charmant, avec beaucoup de restos, des boutiques touristiques, une station de ski et de snow et un casino.
Cette place la se situe pas très loin de Montréal et comme j’habite à Québec, ça nous a pris 4 heures et demi en voiture pour y aller et le même temps pour revenir chez nous.

Fomos meio no impulso. Eu, marido, um casal de amigos que mora em uma cidade vizinha e a Anndreza e o esposo. Saímos de casa umas 5 da manhã, paramos no meio do caminho para comprar besteiras e chegamos próximo das 10:00 da manhã.
Logo quando vamos chegando já da para ver que o lugar é muito bonito. Muitas casas grandes e construções bem no estilo europeu (imagino eu). O lugar estava lotado de turistas, gente para todo lado carregando a sua prancha de snow ou o equipamento de ski. Muitas crianças e idosos também. Acho que o lugar é bom para todas as idades.
Lá também tinha alguns hotéis, os quais nem me atrevo a imaginar o preço de uma diária, mas acho que deve ser da hora se hospedar lá pelo menos umas duas noites. Acho que é o suficiente, pois o lugar não é muito grande a ponto de ter várias coisas para se conhecer. É mais para relaxar mesmo.

On a pris la décision d’y aller de façon impulsive. Mon mari et moi sommes allés avec un couple d’amis qui habitent à une ville proche d’ici et avec Anndreza et son mari.
Nous sommes partis de chez nous à 5 heures du matin, nous nous sommes arrêtés pour acheter quelques choses et nous sommes arrivés à environ 10 heures du matin.
Au moment où on arrive, il est déjà possible de remarquer que la place est vraiment belle. Beaucoup de très grandes maisons et bâtiments au style européen (j’imagine).
L’endroit était rempli de touristes, des gens partout en train de transporter ses équipements de snow ou de ski. Il y avait beaucoup d’enfants et de personnes âgées aussi. Je pense que l’endroit est bon pour tous les âges.
Il y avait là-bas aussi des hôtels, dont je n’ose même pas imaginer le prix d’une nuit, mais je pense que ça doit être cool payer pour au moins pour deux nuits. Je pense que deux nuits c’est suffisant, parce que l’endroit n’est pas très grand et il n’y a pas non plus beaucoup de places à connaître. Mais c’est une place parfaite pour relaxer.

DSC_0001

10842172_758940877515709_2548040374288708613_o

10900023_4963911472689_2804444391753593618_o

DSC_0014

DSC_0016

DSC_0021

DSC_0024

DSC_0028

DSC_0059

DSC_0073

10860915_758940880849042_4300295359277579692_o

cineAqui tem um video que a Anndreza vez no dia desse passeio. É so apertar o play:

Vou tentar escrever meus textos em francês e em portugues para praticar. Eu quero escrever sempre em francês pois eu acho que isso vai me ajudar a aprender mais. Observação: eu estou aprendendo, então é verdade que cometerei muitos erros.

Je vais essayer d’écrire mes textes en français et en portugais pour les pratiquer. Je veux écrire toujours en français car je crois que ça va m’aider à apprendre plus. Note: J’apprends, donc c’est vrai que je ferai beaucoup d’erreurs.

Anúncios

90% pronto

Faltam poucas horas para o nosso voo e o início de uma nova vida. Na madrugada de amanhã nós partiremos para Guarulhos e vamos fazer uma conexão básica de 14 horas até sair o nosso voo para Toronto e depois Quebec.
Os 20 dias que eu passei em Fortaleza simplesmente voaram diante de tantas burocracias que eu tive para resolver e faltou tempo para encontrar amigos queridos, familiares e fazer outros programas que eu havia planejado…acho que eu precisaria de uns 2 meses para fazer tudo de forma tranquila e calma.
Enfim, estou calma, estou zen e estou com um aperto no coração ao mesmo tempo, mas vamos ao check list do que rolou e do que não rolou nessa fase pré-Canadá:

Passagens: Compramos no mês passado.
Estadia no Canadá: Conseguimos uma ap para ficar no primeiro mês e em novembro nós iríamos dividir custos de moradia com um canadense, mas semana passada recebemos um email dele dizendo que não poderia mais ser nosso coloc. Chegando lá vamos ter que correr atrás disso.
Fechar contas nos bancos e cancelar cartão de crédito: Fechamos minha conta, mas deixamos uma das contas do Wesley ativa.
Comprar adaptadores no padrão canadense: Compramos apenas um, pois estamos levando os celulares, minha chapinha e secador e acho que é o suficiente.
Comprar mala G: Compramos mais uma mala pois ainda tinha bastante coisa para levar.
Comprar remédios: Fizemos uma farmacinha com vários tipos de remédios, além do anticoncepcional para o período de um ano.
Solicitar mais históricos no IFCE: Deixei esses com a minha mãe.
Transferir o dinheiro para o VTM: isso merece um outro post pois vacilamos muito nesse tópico. Depois explico o porque.
Procurador: Deixamos minha mãe como procuradora do Wesley para resolver alguns problemas, caso surjam.
Plano de saúde: Vamos fechar com o Desjadins assim que chegarmos lá.
Tatuagens: acabei não fazendo mais. Vai ficar para quando eu chegar no Quebec mesmo.

Fora isso, comi sushi bom e barato umas 5 vezes, fui no Coco Bambu, Bebelu, Kalzone, San Paolo, 50 sabores, Pasto e Pizzas, comi chocolate da Cacau Show, encontrei com amigos do Christus, IFCE, UECE, CEMOL, comi da comidinha da mamãe e fui bastante mimada por ela, fui a praia e comi caranguejo, bebi litros e mais litros de refrigerante de caju, cortei o cabelo, tirei a sobrancelha, roí as unhas, almocei na casa da tia a mesma comida de todos os domingos da minha infância, fui conhecer o neném da Cicília e várias outras coisas.

Gostaria de deixar meu agradecimento a minha mãe que sempre me apoiou, aos amigos Rafa e Cicília que nos ajudaram muito durante todo esse tempo e a todos que nos desejaram felicidades nessa nova fase da minha e do Wesley.

Atualizações pré-Canadá (2)

Hoje foi um dia bem intenso. Fomos para Sorocaba resolver algumas pendências e levamos praticamente o dia inteiro e quando retornamos para São Paulo fomos correndo no VAC pegar nossos vistos.
Ontem levamos um baita susto pois quando fomos olhar o status do nosso processo no site do VAC apareceu essa mensagem:

VAC fechará permanentemente às 14hs dia: Rio de Janeiro: 1º Outubro, 2013 – Brasilia: 2 de Outubro, 2013 – Sao Paul: 3 de Outubro, 2013. Depois deste dia, você precisará entrar em contato com a Embaixada do Canadá na Brasil ou Cidadania e Imigração do Canadá http://www.cic.gc.ca para obter informações.

Como já passamos por tantas situações de aperto e desespero no nosso processo, acabamos não lendo direito e o “outubro” passou desapercebido. Entrei em desespero, comecei a chorar achando que não ia dar tempo de pegar nosso passaporte uma vez que já havíamos comprado as passagens para ir pra Fortaleza depois de amanhã. Pensei que teríamos mais um prejuízo fazendo a remarcação de passagem ou que o visto seria enviado para um endereço no qual não estaríamos mais.
Apenas hoje de manhã, um pouco mais calma, foi que percebi que não havíamos lido corretamente e que daria tempo sim de pegar os passaportes.
Fomos também na agência de viagens pegar nossas passagens e agora sim a contagem regressiva inicia para nós. Faltam exatamente 23 dias para nossa mudança para o Canadá. É bem estranho o que estou sentindo agora pois esse processo foi tão longo e tão intenso de sentimentos que fico até meio confusa com a situação. Só sei que agora parece ainda mais real.
Terminei também de arrumar as malas para Fortaleza. Nossa, praticamente chegamos no limite de peso e não sei qual milagre vamos fazer para caber tudo (em duas malas cada) na nossa ida para o Quebec. Já me desfiz de muitas coisas e acho que vou precisar praticar o desapego em muito outros itens que foram para Fortaleza junto com nosso carro.
E é isso aí, os dias vão passando e meu sonho vai ficando cada vez mais próximo de acontecer.
Boa Sorte para nós!!!

Atualizações pré-Canadá

De quinta para cá a nossa timeline sofreu uma ótima revolução e já conseguimos alinhar várias coisas desde que nosso status mudou no site do VAC:
♥ saímos do trabalho nos sentindo mais leves e sem o medo de ficar sabe-se Deus quanto tempo parados vendo só o dinheiro sair enquanto estivéssemos a espera do visto.
compramos as passagens para o Quebec através de uma agência de viagens e por incrível que pareça saiu em um valor bem mais em conta que se tivéssemos feito um pacote por conta própria. Embarcaremos dia 25/09.
compramos as passagens pra fortalcity e vamos passar 21 dias aproveitando a família, os amigos e engordando com a comida maravilhosa da mami D. Luci e tambem nos vários encontros de despedida que eu espero fazer hihihhih.

Segunda ainda vamos resolver algumas pendências pessoais e pronto, estaremos definitivamente no clima de férias pre Canadá.
E que venha os camarões, caranguejos, baião de 2, carne do sol, praia, comida da mãe, comida da tia, encontro com os amigos e tudo de bom.

E o visto foi liberado: start no sonho!!!

E finalmente o visto saiu. Foi tanto tempo esperando e sofrendo que eu nem sei se vou conseguir expressar minhas verdadeiras emoções a respeito desse fato.
Ontem, já no fim do expediente do meu estágio, eu fui checar o meu email já sem esperanças de ver alguma novidade e mandar uma mensagem para o marido. Essa semana foi mais depressiva do que tensa, por assim dizer… eu estava indo dormir todos os dias as 20:30 pois queria que o tempo passasse o mais rápido possível pelo menos para que eu pudesse esperar o visto ao lado do Wesley, uma vez que meu último dia no job é hoje.. enfim, eis que quando abri a janela do gmail vi uma mensagem do Wesley dizendo que o nosso status no VAC mudou e informava que o visto havia sido liberado e estava em trânsito para o VAC. Hoje recebemos um email dizendo que já podemos ir retirar os passaportes.
Voltando para ontem: quando vi a mensagem do Wes no gtalk meu coração praticamente saiu pela boca e disparou. Dei um pulo da cadeira do trabalho e saí dando as boas notícias pro pessoal aqui da sala já com os olhos marejados. Parece exagero? Parece. Mas só quem passa por um processo de imigração sabe o quanto é tenso, angustiante e cheio de emoção.

Hoje aqui no trabalho o dia foi de despedidas. Ganhei uma boininha de presente para iniciar minha coleção (rsrsrs) e ganhei também um café da manhã… foi bem legal o carinho de pessoal que trabalha diretamente comigo e a galera da fábrica também, me desejando felicidades e tudo de bom. Vou embora angustiada e feliz, pois conheci pessoas muito bacanas aqui e vou realizar um grande sonho.
Os próximos passos agora são comprar as passagem pra Fortaleza e pro Canadá, resolver pendências em bancos, com a antiga contadora do Wesley e outras coisinhas mais. E que venham dias bons ao lado da nossa familia, mais festinhas de despedida ao lado dos amigos e que venha também o início do nosso ano de 2013, que só vai começar quando pisarmos em solo canadense.

Status de hoje: FELIZ!!!!

muitas coisas

e olho a caixa de entrada…e olho a caixa de spam
e olho tabela de ganhos x gastos
e olho pra minha mesa no estágio
e penso em como será a proxima semana
e fico feliz
e fico com raiva
e me sinto sozinha
e me sino com fome
e penso que rumo minha vida está tomando
e imagino como será o natal
e se o que está acontecendo é real…se ainda pode dar algo errado
e fico frustrada por não pensar em outras coisas, em não ser calma
e anoto que que falta para fazer, quem eu quero ver, a comida que ainda quero comer pela última vez

tantos pensamentos que não sei expressar.

Lista de saudades

2394809393_cb668ac61e_z

Vou aproveitar que estou tendo tempo e oportunidade de postar no blog para fazer uma lista das coisas daqui do Brasil que provavelmente vou sentir bastante saudade, mas vou logo avisando que vai ter muitas gordices na lista. Vamos lá:

♥ Das pessoas: Acho que o que mais deve apertar o coração é a distância das pessoas queridas, principalmente da minha mãe. Estando aqui em SP eu falo praticamente todos os dias com ela e espero que estando lá no Canadá esse costume não acabe e que o Skype seja nosso aliado. Vou sentir falta dos amigos também pois os que eu considero amigos mesmo vão estar nas minhas lembranças nos momentos de nostalgia e saudades.
♥ Clima: Por mais que eu sonhe em ver neve e adore frio, sei que em algum momento eu hei de dizer que estou com saudades do calor pois o ser humano é insatisfeito por natureza.
♥ Catupiry: Gordice número um galereee. Já estou informada que não existe catupiry no Canadá e que minhas pizzas não serão mais as mesmas.
♥ Comida da mamãe: Esse item não tem para onde correr. Impossível arrumar outro substituto independente do lugar do mundo onde eu esteja.
♥ Ir ao cinema e assistir filme legendado em português: Sei que esse item irá me incomodar bastante nos primeiros meses pois não sei em que ponto da minha imersão na língua francesa eu estarei segura o suficiente para entender um filme de cabo a rabo.
♥ Caranguejo e peixe assado na praia: Falou a pessoa que morou 15 anos no litoral e dificilmente fazia um programa desse tipo, mas só de saber que isso não vai mais ser tão acessível assim, já bate aquela saudade.
♥ Franquias que só existem aqui no Brasil: Em um momento ou outro eu vou sentir saudades do mini kalzone de frango com catupiry, da maionese temperada do bebelu, habib’s, coxinha da padaria real e qualquer outra franquia que sirva um bom pastel.
♥ Tratamentos de beleza a preços mais camaradas: Esse item sem dúvidas é a maior piada desse post. Quem lê pode pensar que eu vivo fazendo tratamentos estéticos, vivo na manicure, fazendo massagens relaxantes ou tratamento de pele, mas é que eu sei que la fora isso é muuuuuuuuuito caro então acho que por desculpa esfarrapada eu sentirei falta dessa “facilidade” que temos para ser cocotas aqui no Brasil.

Tô de TPV

passaporteevisto

Esse fim de semana procurei algumas notícias sobre a greve do consulado. Li váaarias coisas a respeito e acabei ficando meio desanimada com a liberação do nosso visto, que eu estava sonhando para essa semana.
Bem…quando fomos dar entrada no VAC a moça nos informou que nosso processo demorava em torno de 28 dias úteis e esse prazo terminaria lá pelo dia 22 desse mês, porém como pediram nossos exames médicos bem rápido e fazendo o comparativo com a time line de um amigo eu me inflei de esperanças de que o visto fosse liberado ainda essa semana, mas sei não…sei lá…sei de nada. Depois de tudo o que eu li acabei ficando desanimada.
Sei que cedo ou tarde esse negócio vai desenrolar e talz, mas gostaria muito e desesperadamente que tudo desse certo até essa sexta-feira pois assim conseguiríamos comprar as passagens para Fortaleza e para o Canadá com uma certa antecedência e com isso economizar alguns dinheirinhos pois porrammm…passagem pro Canadá é cara pra cara@#$.Outra coisa que está me deixando bem tensa é o fato de ainda não termos conseguido um coloc em Ville de Quebec. Ficar de coloc é dividir os custos de aluguel com outras pessoas como numa republica. Eu e o Wesley queríamos muito conseguir nesse esquema com um quebecois para que eu tivesse 100% de imersão no francês e com isso aprender mais rápido o idioma, uma vez que em fevereiro vou ter que prestar a prova de proficiência no idioma para assim voltar aos meus estudos e terminar a novela faculdade.
Aqui no estágio está tudo bem. Meu chefe conseguiu para eu ficar até dia 29 desse mês e acho que isso vai ser melhor ($$) pra mim e na república que estou agora está suuuuuuuuuuuper tranquilo pois como são menos meninas e têm mais espaço eu me sinto bem mais livre e sem aquela sensação horrível de estar atrapalhando…digo horrível pois sou bem paranóica com isso e detesto pensar que estou sendo um incômodo para alguém, atrapalhando a rotina, tirando a privacidade e etc. Essa é uma das coisas que me deixam bem deprimida.

E por enquanto é isso: Tô de TPV (tensão-pré-visto) e só aguardando notícias boas chegarem.

Ah, sobre as fotos que coloco no post: a maiorida delas é do We heart it. Espero que morando em um local tão lindo (de uma forma diferente do que estou acostumada) as fotos dos futuros posts sejam minhas ou do Wesley.

Mais um dia…menos um dia

maisumdia

Mais um dia…menos um dia. Depende da forma como cada um enxerga.
Não sei descrever o meu estado de espirito nesse momento. Nosso embarque para Quebec parece tão perto e ao mesmo tempo tão longe que a indefinição sobre a greve do consulado nem me deixa viver de forma mais intensa esses meus últimos dias aqui no Brasil.
O Wesley informou no job que vai ficar até o fim desse mês de agosto pois estamos com uma esperança de que nosso visto seja entregue lá pelo dia 15 ou 16 de ago, então la pelo dia 30 desse mês iríamos para Fortaleza e dia 12 de setembro pro Canadá.
Essa semana passou muito rápida pois estou atribulada de coisas no estágio para resolver. Ao mesmo tempo existe o sentimento de que as coisas estão bem arrastadas… continuo contando moedinhas… continuo preocupada com coisas que eu não deveriam mais nem estar pensando pois estou indo direto para o meu sonho e é só questão de tempo até eu sentir neve sob meus pés, frio de tremer os ossos, escutar outros idiomas, conhecer novas pessoas e iniciar uma nova etapa da minha vida.

Enfim, meu status hoje é: “esperança ansiosa”

Hoje está mais perto que ontem

my dream

A foto acima está como capa do meu face a tempos, desde que recebemos a notícia de que o Wesley havia passado na entrevista. Essa imagem reflete bem o que está acontecendo, pois sinto que tenho em minhas mãos a realização de um sonho…não só nas minhas, é claro, pois para acontecer depende de tantos e tantos e tantos fatores, mas acredito que cada vez mais as coisas ficam mais paupáveis, mesmo com todos os problemas que nosso processo de imigração está “sofrendo”.
Essa semana fizemos os exames médicos. Íamos fazer na quarta, mas por alguns motivos tivemos que antecipar para terça feira e foi relaxante e ao mesmo tempo angustiante pois eu estava com medo de dar algo errado. É meio estranho descrever a maneira como me sinto em realção a tudo, pois ao mesmo tempo em que eu fico com medo, me sinto cheia de esperança.
O exame com o médico aconteceu de forma tranquila, a mais tenso foi na hora do exame laboratorial e raio-x de pulmão pois tivemos um pequeno imprevisto com $$, mas deu tudo certo no fim das contas. Depois disso era só aguardar o resultado que por sinal saiu ontem: deu tudo certo… todos os exames deram ok e agora estou mais aliviada.
O “problema” nesse momento é a greve do consulado/embaixada…parece que agora parou tudo mesmo. O pessoal tentou um acordo com o governo do Canadá, que por sua vez negou. Segundo o Wesley, parece que o aumento que os diplomatas querem custaria ao Canadá 4 milhões e o país está perdendo 8 bilhões só com o fato de estudantes estrangeiros não poderem se matricular nas universidades canadenses por causa do visto. Não entendo muito bem o porque disso tudo, então prefiro não opinar…vai que eu diga alguma besteira.
Enfim, o que estou tentando agora é ter o pensamento positivo e ficar confiante que em duas semanas eu estaremos com o nosso visto em mãos.

Paralelo a isso eu vou conhecendo e sabendo de mais e mais pessoas com o mesmo desejo de imigrar para o Canadá. Mais e mais pessoas com o sonho de conhecer outras culturas, ter uma experiência internacional ou simplesmente insatisfeitas com a atual situação do Brasil sonhando com Quebec como destino.
E eu, porque quero ir embora? Acho que o Brasil tem os seus problemas, claro, mas deooos me proteja de ser o tipo de imigrante que vai embora e fica o tempo todo falando que esse país é uma porcaria ou daí pra pior… Eu vou pois quero conhecer pessoas, lugares, idiomas, culinárias…eu vou pois sinto que encarnei ao lado das pessoas certas, porém no lugar errado…eu vou pois sinto que mesmo meu coração estando aqui com minha familia e amigos a minha alma pertence a vários lugares, mas como não dá para estar em vários lugares ($$) eu escolhi o Canadá para começar. Quero ter a esperança de que as coisas aqui podem melhorar, pois quero oportunidades para todas as pessoas que amo e que vão continuar aqui…não quero ir embora, virar as costas e esquecer de tudo e de todos, sabe? Eu sei que fico indignada muitas vezes com coisas que vejo acontecerem por aqui e falo besteira simplesmente por falar, sem saber o foco, o motivo e a causa do que acontece…pois algumas coisas são difíceis de engolir mesmo, mas se eu chegar lá e começar a fazer comparações chatas por favor, puxem minha orelha, meus cabelos e o que mais der para puxar…hehehehe. Claro que em algum momento, para contar algo de interessante que eu encontre pelas bandas de lá, eu vou fazer algum comparativo…só espero do fundo do meu coração que não seja depreciativo e etc.

Enfim, falta pouco.